Senado aprova duas medidas negociadas em greve com caminhoneiros | Últimas Notícias
Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária.

 
À mesa, presidente do Senado, senador Eunício Oliveira (MDB-CE) conduz sessão.

 
Foto: Jonas Pereira/Agência Senado

Senado aprova duas medidas negociadas em greve com caminhoneiros

O Senado aprovou, nesta quarta-feira (8), duas medidas provisórias criadas após o acordo do governo federal que encerrou a paralisação nacional de 11 dias dos caminhoneiros, em maio de 2018. Aprovadas por maioria simples, as matérias já haviam sido referendadas pela Câmara dos Deputados na noite de terça-feira (7), portanto seguem agora para sanção presidencial.

A primeira MP, que tramitava na forma de projeto de lei de conversão, pois foi alterada pelos parlamentares, reserva um mínimo de 30% do frete contratado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para cooperativas e associações de transportadores autônomos.

A medida provisória que isenta a cobrança de pedágios sobre eixos suspensos dos caminhões que transitarem vazios também foi aprovada de forma consensual pelo plenário do Senado. A isenção se amplia para os veículos sem carga que percorrerem vias estaduais, distritais e municipais.