Motorama e Jardim São Vicente recebem arrastão contra o mosquito Aedes aegypti em São José | Últimas Notícias
P1

Motorama e Jardim São Vicente recebem arrastão contra o mosquito Aedes aegypti em São José

O terceiro arrastão do ano de combate ao Aedes aegypti em São José dos Campos será neste sábado (18), das 9h às 16h, na região leste, que apresentou o segundo maior índice de concentração de larvas do mosquito, de acordo com a primeira avaliação de densidade larvária do ano. Cerca de 60 agentes vão visitar o Motorama e parte do Jardim São Vicente, num total de 78 quadras e 2.424 imóveis.

Os dois primeiros arrastões foram realizados na região sudeste (Putim e adjacências) e centro (Jardim Esplanada, Apolo, Vila Ema, Vila Ady Ana e redondezas).

A avaliação de densidade larvária, elaborada pela Prefeitura, revelou um índice de 1,0, que representa estado de alerta em relação à infestação do Aedes aegypti. A maior classificação, de 4,6, foi na região central. Na área do Motorama foi de 1,8.

Nos primeiros dias de janeiro, a Prefeitura deflagrou uma grande campanha para manter a população em alerta máximo, uma vez que esta época, com calor e grande volume de chuvas, é a mais propícia à proliferação do mosquito.

O objetivo dos arrastões é retirar o maior número possível de criadouros, com a retirada de objetos que podem acumular água, além de fazer uma varredura contra o mosquito. Os agentes passam nas casas, aplicando larvicida onde for necessário e orientando os moradores a descartar o material, que é transportado por um caminhão.

Esta é uma ação de prevenção e combate ao mosquito, em parceria com a Sucen e a Vigilância Epidemiológica do Estado. No arrastão, a Prefeitura não recolhe móveis, como sofás e camas, mas apenas os objetos que podem juntar água e, por isso, representam perigo por favorecer a proliferação do inseto.

Prefeitura SJC