Com filas e alerta da OMS, vacinação fracionada começa em janeiro em São José | Últimas Notícias
vacina-contra-febre-amarela

Com filas e alerta da OMS, vacinação fracionada começa em janeiro em São José

Fabrício Junqueira

A campanha de vacinação contra a febre amarela com dose fracionada foi antecipada pelo Governo do Estado e será realizada de 29 de janeiro a 17 de fevereiro. São José dos Campos, que será uma das cidades contempladas na campanha, aguarda todas as orientações do Estado para poder oferecer o melhor atendimento à população.

A Prefeitura orienta que não há motivo para pânico nem necessidade de corrida às unidades básicas de saúde, pois não há registro de pessoas infectadas pela doença no município. As unidades básicas estão recomendando que a população deve aguardar o período da campanha para receber a vacina.

Antes, a campanha com dose fracionada estava prevista para o período de 3 a 24 de fevereiro. Com o aumento dos casos na região metropolitana de São Paulo, o Ministério da Saúde atendeu à solicitação do Governo do Estado para antecipação da campanha.

A vacina será aplicada em uma dose menor. A diferença que ocorre com a diminuição do volume é no tempo de proteção. Com a dose padrão de 0,5 ml a proteção é permanente, enquanto com a dose fracionada de 0,1 ml a proteção é por oito anos.

Procura acima da média
Devido à grande procura nos últimos dias, neste momento não há mais doses disponíveis nas unidades básicas de saúde de São José dos Campos. Nesta quarta-feira (17), a vacinação ocorreria nas unidades da Vila Paiva e o Jardim Telespark, na região norte da cidade. A população desta região está sendo informada sobre as novas orientações.

Nesta terça (16), foi registrado novamente um movimento acima do normal nas unidades básicas de saúde programadas conforme calendário estabelecido pela Secretaria de Saúde: Vila Tatetuba/Vila Industrial, Eugênio de Melo, Paraíso do Sol e Campos de São José, todas da região leste. Nestas quatro unidades foram imunizadas 925 pessoas.

Desde o início do ano tem sido grande a procura da vacina, devido à divulgação do aumento de casos de febre amarela na região metropolitana de São Paulo. Entre os dias 8 e 15 de janeiro foram aplicadas 7.156 doses da vacina contra febre amarela no município.

A média histórica mensal de doses aplicadas era de 400 por mês. Por esse motivo, a Prefeitura vem solicitando, com frequência, novas remessas da vacina ao governo do Estado.

O vice-prefeito de São José, Dr. Ricardo Nakagawa, lembra que não precisa de desespero em busca da vacina.