Alto da Ponte e Vila Industrial terão novo local para melhor atendimento | Últimas Notícias
cras-alto-ponte-nova-ubs-sjc

Alto da Ponte e Vila Industrial terão novo local para melhor atendimento

A Prefeitura de São José dos Campos vai transferir o endereço de duas unidades básicas de saúde no segundo semestre deste ano. O objetivo é melhorar o atendimento e tornar o acesso mais fácil para a população.

A UBS do Alto da Ponte, na região norte, vai mudar para o Centro Comunitário do bairro (rua Alziro Lebrão, s/n), onde hoje funciona o Cras (Centro de Referência de Assistência Social). A unidade da Secretaria de Apoio ao Cidadão continuará no Centro Comunitário, porém ocupará um novo espaço físico.

A outra UBS a mudar de endereço será a da Vila Industrial/Tatetuba, na região leste, que vai ser transferida para o prédio onde funciona o Departamento de Fiscalização e Posturas da Prefeitura (rua Felício Savastano, 401, Vila Industrial, ao lado da regional leste da Secretaria de Manutenção da Cidade). O Departamento de Fiscalização será alocado em outro prédio, provavelmente nas proximidades.

As mudanças serão feitas de forma gradual, após as adaptações necessárias nos equipamentos. Além de oferecer maior conforto para os usuários que buscam os serviços de saúde, as mudanças vão gerar uma economia aos cofres públicos de R$ 8.109 por mês, com a locação dos dois imóveis pagos pela Secretaria de Saúde, já que as unidades passarão a atender em espaços da própria Prefeitura.

A UBS do Alto da Ponte, que atualmente atende em um prédio antigo e com pouca acessibilidade, tem 14.659 usuários cadastrados. Conta com 4 equipes do programa Estratégia Saúde da Família, além de um pediatra, um ginecologista e equipes de enfermagem. Com a mudança para o Centro Comunitário, o espaço de atendimento será mais amplo, com fácil acesso da população da região norte, já que a avenida é bem servida por transporte público.

Já a UBS da Vila Industrial/Tatetuba possui 28.480 usuários cadastrados. Conta com 3 clínicos gerais, 2 pediatras, 2 ginecologistas, 1 geriatra, 1 médico do PAD (Programa de Atendimento Domiciliar), além de equipe de enfermagem completa.

Da Redação